sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Viver ou viver


Falamos e não vivemos
Vivemos e não falamos
Incoerência estampada
Insuficiência notada
Improviso no viver
Gestos são marcas:
Orgulho, vaidade, contendas
Somos seres cultuando o nada
Em nossa frieza cavamos túmulos
Senão compreendemos o viver,
Vivemos o morrer
Viver o eu, é morrer o nós
Viver o nós, é viver em Cristo
A comunhão com todos,
A comunhão com Deus
Em espírito...O caminho é Jesus
O Viver começa em Cristo
A luz exata, que nos clareia o viver
Sem ele tatiamos... em nosso escuro
Com ele, se nasce o viver ...
E aprendemos como não morrer.




terça-feira, 24 de novembro de 2009

Oração


Em meu quarto com a porta fechada
Ele já sabia o quê me afligia
Não verbalizei nenhuma palavra
Ele já sabia o quê eu necessitava:
Respostas para minhas preocupações
Tanto horror, tanta dor...
nos jardins não há mais flores, porque não há abelhas
Não há peixes, porque, não há água
Não há homens, porque não há meninos
Eu em meu quarto: "Até quando Senhor?"
"O céu e a terra passarão, minhas palavras não"
"Um será tomado, outro será deixado"
Não pelo rosto, não pelo posto,
Não pela raça, não pelo gosto
Humanismo, que não humaniza
Crenças, lendas, religiões
Mortos enterrando mortos
Os que vivem sem atenção
No céu todos não mais verão
As balas traçantes do tráfico
Nem os cartuchos deflagrados sendo vendidos,
Para alimentar as pobres crianças
Ele está vindo e virá
Nas nuvens! O Senhor de todos!
O juiz de muitos
No meu quarto ouço seu dizer:
Em mim há um inicio
Em mim há um fim
Quem nascer de novo, me verá reinar
Onde não haverá mais dores e prantos
Em um novo céu, uma nova terra.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Pare e pense


Muitos pelas ruas preservando o corpo
O quê há de errado ao chegar a este estado
O barulho e intenso eles não ouvem
-Preserve sua alma
Muitos outros, a juntar e preservar muitos bens
Há um anuncio por trás disto:
Gostamos do que enferruja
Há uma agitação eles não dão atenção
- preserve o que dura
Sonhamos em ser estrelas, os primeiros lugares
-Seja como meu filho , um humilde servo
Com os nossos ritos e obras pensamos em perdão
-Eu penso em confissão
Ele controla tudo, nos não controlamos nada
O que nos preocupa, não preocupa ele
Com ele há reserva de ar para todos
Há água para muitos
Há um sol sem igual
Vou viver antes de morrer
-Uma voz diz morra se quiser viver
Negar-se a si mesmo
Isto não pode ser real
- Quer pensar em meus sonhos ?
Muitos querendo dar fim aos seus inimigos;
-Eu quero ressuscitar os doentes
De corpo, alma e mente
Pare e pense...