quarta-feira, 17 de julho de 2013

Vandalizar

Vem de longe está perto dos homens
Vem de longe está dentro dos homens
Sua escolha, o conhecimento
Sendo assim comeu o fruto do mal
Vandalizou a árvore do éden
Errante Caim, vandalizou Abel
Arquiteto de ruínas
Dentro de si, cinzas
Em casa, nas ruas
O verbo vermelho
Sangue de dor
Vem de longe
E não se basta
Como traça
Final de guerra
O verbo do terror
Vandalizar, acabar se acabar
Homens sois pó das tolices
Viveis as mesmisses
Sua trama é lama
Palavras de ordem
Sem razão...
Quem fere com fogo
Como fogo será ferido
Paz, justiça
Não se tem
Não se avista
Vandalizar
Foi o que mais se fez
Quem nunca o fez
Atire sua pedra
Os soldados suas balas de borrachas
Nossas lágrimas se misturam
Gás lacrimogêneo
Deus do céu! vandalizamos
Toda terra...Vandalizamos
Seu único filho
Não damos ouvidos
Vandalizamos o amor
Ele continua sózinho
E diz baixinho
Eu sei como não vandalizar.